30.8.14

cantiga





~








Levantou-s'a velida,
l evantou-s'alva,
e vai lavar camisas
eno alto.
Vai-las lavar alva.

Levantou-s'a louçana,
levantou-s'alva,
e vai lavar delgadas
eno alto:
Vai-las lavar alva.

E vai lavar camisas,
levantou-s'alva,
o vento lhas desvía
eno alto.
Vai-las lavar alva.

E vai lavar delgadas;
levantou-s'alva,
o vento lhas levaba
eno alto.
Vai-las lavar alva.




O vento lhas desvía;
levantou-s'alva;
meteu-s'alva en ira
eno alto.
Vai-las lavar alva.

O vento lhas levava;
levantou-s'alva;
meteu-s'alva en sanha
eno alto:
Vai-las lavar alva.








[ dom dinis




3 comentários:

Mina disse...

Lembro-me destas cantigas na época escolar. Boas memórias...
Obrigado pela visita :)
Bjs.

violeta disse...

A música é tão perceptível...
que até dói! Como eram delicados e femininos estes sentimentos! Verdadeiras penas ao vento...

Só naõ entendo como podiam usar aquelas roupas e, sobretudo, espadas e armaduras! Tenho que estudar estas compatibilidades! :)))

Estou a gostar disto! Grande beijo.

patricia disse...

Tenho uma verdadeira paixão pela lírica trovadoresca!

Era pura, verdadeira, feminina

ainda que de pena masculina!

Como nos conheciam antes
como nos entendem agora!

doces memórias ***